quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Sindrome do Peter Pan de Saias

Sou uma procrastinadora. Atrapalhada. Hiperativa, Impulsiva, Indomável, Desatenta e Bocuda. Péssima aluna, com muito esforço e dedicação para tal atividade. Dúbia, quero duas coisas opostas e ao mesmo tempo, agora. Não sou certinha, procuro ser ética. Não sou calma e não penso em uma coisa só. O sangue corre quente pelos meus vasos, mas esfria nas extremidades. Não sou de briga, mas adoro ver barraco alheio. Dou risada alto, não sei falar baixo.

Gosto de paquerar, não perco meu tempo fingindo que sou difícil. Eu não preciso de ninguém que não queira estar comigo. Tento ser a melhor companhia, insistentemente, para quem está do meu lado. Tenho ótimos amigos, que me amam mesmo que eu seja uma chata e me emociono quando eles falam que sentem minha falta. Não gosto de gente que banca o malandro, na Escola da Malandragem eu era usada de exemplo. Sou chata a beça quando quero e também quando não quero. Mas pareço ser legal.

Quando chegar na minha casa, não repara na bagunça. Mas se reparar, favor me ajudar a limpar, pois é visível que não estou dando conta.Não sei guardar muitos segredos meus, mas vou tentar armazenar alguns aqui, em um blog. Pra ver como não sei guardar mesmo.Eu sou uma Pollyana, alguém que após os vinte anos ainda faz o jogo do contente e então seria interessante ser chamada assim.

Pela milesima vez fui tentar criar outro blog e pela 999º tentativa, voltei nesse daqui, morrendo de vergonha das coisas que escrevi. Mas como quem não tem cão, caça como gato, lá vai eu continuar aqui de novo. Como diz o título deste texto, sou uma Peter Pan de saias: quero crescer mas não consigo.

Nenhum comentário: