quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Daqueles comentários que era melhor não ter feito

Antes de contar meu causo, já percebeu que refrigerante de garrafa é o melhor? Abençoado seja quem foi a boa idéia que falou "Vamos voltar a ter refrigerante em garrafa". É bem mais barato que comprar em garrafa PET e tomara que seja menos poluidor, porque é bom ter alguma dose de comportamento correto por aqui. Aconteceu que bateu uma larica absurda por Guaraná Antartica em mim, e não ia virar nem Coca-cola. Era Guaraná e ponto.

La vai eu pegar minha garrafinha de vidro, minhas moedinhas de 5, 10 e 25 centavos, completando um real. Pensei assim ó: vamos primeiro no mercadinho que tem aqui antes de ir pro Supermercado maiorzinho, que fica em outra direção. Preguiça né, a gente se vê por aqui.

Fui lá, não tinha o meu Guaraná só Tubaína. Também curto Tubaína, mas lombriga é coisa que a gente tem que respeitar . Eu ia desencanar e ir pro supermercado mas ela adiantou e falou: vai no bar que tem passando essa rua e virando a esquerda. Bar? Meio dia. Bem deve estar vazio então bora.

Quem dera, que engano. Estava só os Tops da manguaça por lá, mas né. Eu não tenho muita moral pra falar de álcool (quem sou eu na noite, né?), mas meio dia só meio dia beber destilado, não aprovo e não gosto mesmo. Se fosse champanhe eu até perdoava. Mas o problema que o bar tinha um fedô, e uma capa de sujeira, eu não sei se era tecnobrega ou sertanejo das antigas mas tava por ali sabe e aquele clima inadequado para mocinhas indefesas que nem eu. Sem ironias, querendo ou não né, não recomendamos. E pra piorar minha situação: não tinha mais guaraná antartica de garrafa. Só Tubaína. Si mata né.

La vai eu toda tristonha, procurando moeda na rua porque eu comprava até a latinha que custa 2 reais. Que mundo cruel é esse que a lata de alumínio com 350 ml custa o dobro que a garrafa de vidro com um litro? A moça estava na porta do  mercadinho, eu falei que não consegui e de quebra ja falei que achei o bar lá super esquisito, ecati, lugarzinho horroroso. Quem derá eu não ter dito isso, vai por mim, quem dera. A moça fechou a cara pra mim e ficou quieta. Nunca mais me tratou (super) bem no mercadinho. Vou descobrir alguns dias depois que o bar era do pai dela. Parabéns pra mim e minha boca, ótimo momento pra ter ficado. Tô certinha com essa minha boca. E como Karma é uma coisa que persegue, também não consegui beber meu guaraná antarctica.