quinta-feira, 1 de março de 2012

Nem sempre eu fico em casa enfurnada em uma livros por todos os lados e dormindo em uma cama cheia de roupas. Imagina. De vez em quando eu costumo sair também. Ok a cada dia que passa isso se torna mais raro, mas quando eu saio pras baladas de repúblicas da vida eu gosto de me jogar mesmo, de conhecer indivíduos que só verei em outra festa aleatória e a gente mal se cumprimenta, de fazer danças esquisitas até mesmo em cima do freezer Enfim, ontem foi um desses dias cheios de histórias pra contar e vou repassar a vocês.

Nem vou me ater muito na parte que chega eu e as amigas na porta da festa e aparece uma menina e um menino falando que "Só queriam falar que Deus nos amava, que protegia nossa família e que ele estava nos acompanhando". Agradecemos é óbvios, mas entre nos ficou o pensamento "Legal que ele nos ama, manda um beijo, e pode andar sempre com a gente que vai se divertir muito". Uai, sério que neguinho quer me dar um sermão disfarçado pra eu me sentir mal e voltar embora pra minha casa? Ah nem pensar. Bem, mas como eu me considero uma pessoa espiritualizada, acredito que se era pra ser um sinal era mais pro tipo "Se divirtam gurizada que hoje a noite é de vocês". E foi o que rolou, muita risada e das boas, com direito a eu fazer Limão, sal grosso e cerveja.

Eu ri mesmo, quanto nerd juntos. Posso dizer que ja aprendi a brincar de Open Bar e não fico mais alucinada em dizer dizer "Enche o tanque!". Hahaha. Já fui dessas. Agora sou mais comportada. Só que não né. Então, na cervejada do ano passado eu conheci um amigo. Ele abordou a mim e a outro grupo de amigas dizendo "Oi Sou fulano de Tal, bixo do curso X e estou aqui para SERVI-las" e assim tivemos um garçom particular. Atendimento personalizado. Esse mesmo virou veterano e descolou um bixo pra ser nosso garçom. Foi exigência minha se não nem ia.

Veja bem, eu queria um bixo BONITO, SiMPÁTICO, nem falo de inteligencia porque pra entrar em Engenharia, por favor né. Mas aparece um magrelinho e tal. Fiz uma cara de serve, mas se eu achar outro melhor eu troco. Ah mas nada vem por acaso nessa vida. Pergunto da onde que o menino é e ele me diz "ITXXXXXXX". Desceu Crodoaldo Valério em mim, "Para tudo!!!!". Menino bixão era meu conterrâneo e como sou uma pessoa muito protetora, já fui dando um trilhão de dicas. Só sei que terei caronas garantidas por um ano. Com direito a quase ter saido na pancadaria com um veterano do curso dele mto blé o maltratando. Num admito tratarem mal ninguém na minha frente, até porque só eu posso. Sei que o bixo ganhou o apelido de "Steve Jobs", mas no ápice da minha malignidade fiz o favor de trocar o apelido pra "Dobby". Hahaha sempre sonhei ter um Elfo Doméstico. hhhehee Morram de inveja!

Ai que sei lá que bixão tava de zolho na lateral com uma guria lá. Detalhe: garoto diz que tem namorada na minha cidade. Puxo a criança pra um canto e falo "Aprende outra lição: O que o amor constrói, vida festeira de faculdade destrói. Você realmente quer entrar nessa estatística". Haha que murta deliciosa de dar. Bixão se comportou direitinho depois. Pesar na orelha dos outros é comigo mesmo.

A cereja do bolo da noite foi um copo de plastico, groselha CONCENTRADA, muito gelo e um dedo de algum destilado. Era fim de noite, estamos todos conversando e só eu sentada em um sofá fazendo imitação de Dom Vito Corleone. Eu tive a brilhante ideia de fazer que o copo era um Gatinho. Eu não sei exatamente o movimento, só sei que por um segundo pareceu que minha mão tomou vida e realmente quis jogar a bebida no meu colo e TCHARAM. Levantei daquele jeito, berrando. Uma amiga pergunta o que era aquele vermelhão em cima de mim.

_ É sangue. Você num ta vendo que to tendo uma hemorragia aqui. Tô menstruada.

Escândalo é pouco né, porque foi o exato minuto que tudo ficou queto. Adoro esses momentos de emoção pura sabe. Logo em seguida um brincadeirinha e voar pro banheiro da casa.
Enfim, pelo menos agora posso olhar pra esse ano que esta vindo e dizer que sai pelo menos uma vez nesse ano. Ou poder ao menos dizer "Ah lá na cidade que eu estudo rola festa open bar, mulher num paga nada e ta cheio de homem". Se isso é estar na pior... Poham.

Nenhum comentário: