domingo, 29 de novembro de 2009

O que eu estou lendo...


Essa imagem aqui me perturba sabe


Tô levantando as hipóteses:
- Ela realmente vendo as fotos da Fernanda Young e não aprovando
- Ela fazendo que esta vendo as fotos mas na verdade está na sessão de coelhinhas
- Estava lendo as matérias da playboy (ou tentando entendê-las)
- Ou nenhuma das anteriores, porque na verdade ela tinha uma capricho bem ali no meio.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Galinha Preta no cruzamento

Eu tenho alguns amigos que estão com problemas pra esquecer seus respectivos EX's. E eu mesma tô com dois dedos apontados pra mim mesma no quesito "num to conseguindo dar bola pra frente".

Ai lembrei de mamãe. Sim, a minha mãe. Há long time ago, que de tão tão long que ja tomo a liberdade em dizer há "far" time ago, eu fiz a pergunta pra minha mãe:
_ Como faço pra esquecer de alguém.

Veja bem, naquela época eu estava com meu coração doendo, despedaçado de amor. Aquela coisa bem "Ninguém me ama ninguém me quer". Pra ser sincera eu nem lembro quando que rolou isso, só sei que mamãe, em sua sabedoria, me disse:

_ PEga uma caneta, escreve o nome dele na sola do tÊnis. De inicio vc vai lembrar vai olhar a sola, mas uma hora vc vai esquecer. Até que um dia vc vai olhar a sola e ver o nome apagando, e vai lembrar de relance do nome.

Eu nem lembro que nome que eu fiz. Posso dizer que deu certo né.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Eu vou te dar porrada

Pois é né minha gente. A pessoa aqui achou que ia ter um final de semana tranquilo, sendo a única a não sair, ficando em casa com as cumpanheras e o agregado (chamarei o namo da cumadi só assim daqui pra frente)e a chuva caindo la fora. Eis que no meio do revesamento "livro, net no corredor, cozinha, comidas" eu escuto uns barulhos. Cumpanhera numero um desliga a tv, todo mundo se entreolhando. É tá rolando o que ninguem imaginava que ia rolar: briga.

Lá fora, Cai a chuva (e molha meu amooor). Um carro estacionado fora da garagem. Dois marmanjos entre o corredor dos prédios, em plena garagem do condomínio. Fazendo a linha Street Fighter, algo meio Ryu versus Ken na fase da Tailandia (aquela fase da chuva). Todo mundo dos dois predios com a cabeça na janela e as luzes apagadas, pra ninguem ver a briga deles. Ai que o cara sem camisa (óooo) apertou pra frente e Y e deu um socaço no menino de preto. Foi lindo! Nem a Glória Perez faria uma cena tão boa como aquela. Ai veio o furdunço. Namorada de num sei quem chorando, gente pra apartar.

Mas aonde a gente entra na historia? Vcs acham que galera do 12A ficaria quetinha? Má né nunca. Em pleno sabadão. Ficamos la na janela com luz acesa mesmo. O lado bom de morar no primeiro andar e assistir de camarote né. Só esquecemos da cerveja (gelando) no congelador e a filmadora.

Agregado, que num é tatu, foi lá e tira as gurias da janela. Pensamos "Nossa q estraga prazer". Ai ele fez algo mto mto lindo, ele num grita... berra "Cade meu chineeeeelooo". Risos nossos.

Ai que eu entro. Num guentei e soltei um "Devolve o que é meu Peeedrooo, Devolve meu chiiiiiiiip". Diz se o prédio ficou queto? Só vi o povo escondido do prédio da frente rachar a taquara de tanto rir. Mas ficou tão engraçado. Mas sério mesmo, ver o menino estourado do soco falando "Esse cara é um descontrolaaaaaaaaado, chama a polícia pra ele" foi um dos momentos que marcarão minha graduação. PRa mim e o meu novo "Pedro, devolve meu chip".

sábado, 21 de novembro de 2009

Morando com sua mãe isso jamais aconteceria

Principalmente porque sua mãe analisaria toda sua roupa pra ver se você andou bebendo e fumando pela rua, para em seguida te dar uns "ergues" pela orelha e você não por a cara na rua durante um bom tempo. Mamãe também jamais deixaria sua roupa ali no montinho, lavaria com todo amor e carinho porque só ela sabe o quanto é dificil trabalhar pra comprar suas roupas, não é verdade.

Como você faz pra se virar? Joga no google bem. Os resultados são os mais bizarro mas vamos lá

Mancha de fungo em roupas

bolor causa uma das piores manchas e das mais resistentes, quase sempre não dá para contornar. Comece as tentativas de removê-las colocando a roupa em uma panela com água e detergente de cozinha, deixe ferver e depois lave com água morna. Use sabão de côco para lavar. Se não sair, tente deixar a roupa de molho um tempo no vinagre. Se ainda resistir, tente deixar a roupa no sol , molhada com sabão de côco, durante bastante tempo , vá lavando e repetindo a dose até sumir.

Antes de aplicar qualquer removedor deve lavar a parte manchada com água e sabão. Se a mancha persistir, utilize uma mistura de 30 partes de água oxigenada, 5 partes de Amoníaco e 125 partes de água. Ensope repetidas vezes as manchas com esta solução e depois lave bem. Em alguns casos este procedimento poderá falhar, pois depende do tipo da mancha e da estrutura do tecido.


...

no meu caso falhou.

sábado, 14 de novembro de 2009

A fisiologia renal...

está destruindo meus rins.

Quando a coisa aperta, aquela aula que a gente perdeu porque foi na festa no dia anterior, ou que só pra marcar presença foi mas capotou na sala... a gente procura a aula no youtube né.

Pode ter certeza, vai achar coisas absurdas como esta aqui:



E foi patrocinado pelo governo. E matou as duvidas? Nem perto. Mas foi engraçado

Eu voltei...

Oi... tem alguém aqui?

Fala pessoas. Amiga Flávia falou: "Pri, eu gostava da época que você escrevia". Pois é, eu também gostava. Entrei pra dar uma re-lida nas coisas que eu escrevia e senti uma sensação estranha.

Cacilda, COMO MINHA VIDA MUDOU.

Por essas razões eu não escrevia mais. Minha vida deu uma mudada tão radical que nem consigo separar um tempo pra anotar as coisas mais bizarras que acontecem no meu dia. Tem coisas que de tão anormais eu acabo deixando passar batido, outras de tão mais anormais acabaram se tornando normais.

Esses dias estava lembrando o que ter um chefe. A maioria das pessoas com quem eu estudo nem sabem o que é isso, e eu ja tive. Bizarro não? Ano passado minha preocupação era acordar cedo. Nossa, na data de hoje isso também ocorre, mas naquela época eu ainda era acordada pelos berros da minha mãe. Hoje, eu tenho que deixar a janela do quarto aberto porque se não eu nem levanto. Te vira né guria.

Festa? Alguém ja me viu falando de festa? Vesh, ja ontem eu tava chorando aqui pelos corredores pq não ia sair. Ok, eu ja fiz isso em Itapetininga. A diferença é que eu ja fui em outra festa essa semana, e vou em mais tres semana que vem. Só que eu perdi o Tom e Arnaldo, dupla sertaneja. Pode? Eu gostando de sertanejo. E eu gosto sim! haha. E gosto de samba-rock. E gosto de rock (voltei a escutar metal!). E continuo detestando funk, mas fui no show do bonde do tigrão. PODE?

Profissão? Antes eu achava que ia trabalhar em hospital, ser enfermeira. Hoje, minha visão ta tão aberta. Eu lembro que reclmava do estágio, e até vieram pessoas me dizer que talvez eu não servisse pra enfermagem. Cacilda! Te contar. Hoje eu sei que a carreira de enfermagem pra mim ou é trbalhar no CCIH (centro de controle de infecções hospitalares) ou é pra ser pesquisadora mesmo. Foda-se aqueles que falam que " A verdadeira enfermagem"... pra puta que pariu mesmo. Eu só quero ir pro hospital se for pra andar de arezzo e cheirar 212 da Carol Herrera, e sair de lá desse jeito. Ué, não é atoa que larguei o curso técnico né.

Bofes? Num quis, num tem problema não. Não queira saber a quantidade de homem pra mulher em São Carlos. E quer saber, que historia é essa de "sonhar com médico". O Caceta. Primeiro que num me interesso por nnguem por causa de profissão e se um dia for pra sonhar... por favor me manda um Engenheiro ok! E não precisa ser um da Aeronautica, serve qualquer um.

Quer sabe, a guria que começou a escrever esse blog já tinha uma ideia do que ia ser a vida dela, só que ela não ficou parada. Graças que eu to aqui, curtindo a facul pakas, com um monte de projeto de iniciação e cursos pela frente. Tô me lascando pra caceta na faculdade (notas e provas e óooo a preguiça) mas to me divertindo a beça.

Um dia eu tive um intervalo de uma hora de uma aula para outra. O que fiz? Fui la pra piscina. Cheguei na outra aula MOLHADA e assisti a aula numa boa. Ah, um puta de um sol la fora e eu vou ficar morgando? Nem pensar, num sô tatu!

Bem... VAMO SIMBORA PRUM BAR. bEBER cair e levantar, beber, estdar e levantar, beber, cair e estudar.


P.S: Está é mais uma edição de Priscila MR, falando diretamente de São Carlos, terra onde MUITA COISA pode acontecer.