sexta-feira, 12 de junho de 2009

Notas do dia de São Valentim

I- Eu achava que era meningite há dois dias atrás. Peguei a carona e calei a boca pra falar que tava com a cervical toda dolorida aliada a uma dor de cabeça tenebrosa e dor de garganta. Do ano pra ca, sempre que pego gripe acho que é meningite. O dia que eu tiver Meningite garanto que vou pensar que é ebola.

II- Fui assistir a um jogo da fisioterapia da Federal. Chamei a galera itapitiningana e muita gente não botou fé e eles estavam certos. Nunca vi um jogo tão parado. Isso porque era Federal X Mauá! e nós perdemos. É claro que a torcida era composta por mim e mais uns pingado.

III-As meninas da mauá fizeram mó balada: Pegaram um microsystem gradiente e jogaram bonde do tigrão. O resultado foi a criançada lá do Darcy Vieira pagando de influentes no mundo universitário. Tinha até um que era a cara do Zé Pequeno. Te juro!

IV- Fui no médico de manhã. Tinha um tiozinho que estava se contorcendo. Ele dizia que estava com dor de cabeça e apertava a barriga. Isso foi quando a enfermeira estava lá e assim que ela virou as costas ele ja parou. Senti um cheiro de "hmmm apareceu pra pegar atestado ein, malandrão!".

V- O ponto alto do dia foi fazer três aulas de auto escola. Na primeira aula eu QUASE matei um cachorro. Foi assim, eu estava toda faceira, feliz da vida por estar sabendo guiar um carro. Eis que quando eu ja dominava a arte da embreagem, segunda marcha, embreagem, freio, solta a embreagem devagar (mas não tudo!!!!), primeira marcha. O cachorro resolve cruzar a rua. E não era um poodle, simplesmente era aqueles cachorros que mais parece um cavalo (raça desconhecida por mim). A dona do cachorro riu horrores quando disse que era minha primeira hora na vida com um carro e eu ja quase mato um cachorro. Se bem que em três horas guiando um carro consegui suicidá-lo sete vezes.

VI- O Goya e eu estamos de prova como a maioria dos instrutores de carro são extremamente machistas. O instrutor quase, quase mesmo, solta que "Mulher não sabe dirigir mesmo". Haha. Ok eu estava induzindo ele a dizer isso, mas foi O momento mais engraçado ever. Ai dels, achei que detestaria, mas esse negocio de dirigir ta sendo ótimo mesmo.

VII- Terminei de ler Aritmética, da Fernanda Young. Sou mega fã do que ela fez com "Os normais", mesmo nunca ter visto um programa dela (culpa de mulheres berrando na minha orelha). Quer saber? Gosto dela. Não consegui ver o programa mas ainda gosto dela. Talvez seja por isso que eu ainda sou simpática a ela. O livro dela é legal, bem bolado.

VIII- Pro dia dos namorados aluguei dois filmes. Não ia atrapalhar o lance de ninguem né, principalmente porque não posso beber nada. Os escolhidos foram "Sete vidas" e "Pagando bem que mal tem?". Um bem triste e outro bem sacana. Nada pra data especial... eu devia ter alugado "A troca" e aquele filme do Hitler. Só sei que águas vivas são muito mais perigosas do que elas parecem, não entro mais no mar nem fudendo. Se a idéia era chorar, Will Smith conseguiu. O outro filme, bem... so eu acho que o Seth Rugen é bem gracinha? Ok... é a data de hoje. Em alguns momentos eu tive um risinho a la monalisa, em raros eu dei uma sonora gargalhada.

2 comentários:

Pensamento aqui é Documento disse...

Eu não acho, eu tenho certeza que você merece mais e mais visitas minhas, ou melhor, eu mereço te visitar!

Seu blog é uma delícia!

Adoooorei!

Seguirei suas ideias!

Beijo grande.

...Onde tudo pode acontecer...

Priscila M.R. disse...

Haha
seja bem vinda então moça
aparça sempre e obrigada pelo comentário!
Só não siga as minhas idéias ao pé da letra pq eu tb to perdida viu!