segunda-feira, 23 de março de 2009

Meu trabalho: Por que escolhi a Enfermagem

Na falta do que postar, vou colocar meu primeiro trabalho de enfermagem, da matéria trabalho de enfermagem. Vamos la:

Trabalho de enfermagem - Por que escolhi a Enfermagem

Quando eu era criança, meu pai costumava me proibir de sair para a rua em que morava a partir das seis horas da tarde e justo naquele dia eu o desobedeci. Meu plano era pegar minha bicicleta e ir embora para nunca mais voltar. Veja bem, aos oito anos de idade costumamos pensar demais em fugir de casa.
Fui passear na praça da antiga Santa Casa, hoje Hospital Regional. Pela primeira vez estava à noite na rua e meu pai não poderia brigar mais comigo. Então fui atravessar a avenida e vinha um carro desgovernado em minha direção. Para desviar dele, cai pelo chão. Ainda bem que não fui atropelada, precisando de apenas alguns curativos simples.
Mas quando o carro parou na frente do Pronto Socorro, percebi o motivo do desespero do motorista. No banco de trás estava uma moça em trabalho de parto. Aquela cena me marcou muito. Um policial amigo do meu pai me reconheceu e me levou de volta pra casa. Além da briga com meu pai, fiquei marcada pela cena que vi. Achei muito legal a atuação dos profissionais da saúde. Queria ser como eles, sérios e rápidos.
Passei a gostar da área de saúde. Participei do grupo de bombeiros mirins da minha cidade. Na televisão, sempre fui fã de programas com temática médica. Na rua de casa ainda moram algumas enfermeiras e técnicas ; assim, com o passar do tempo, fui me identificando com a profissão devido a influência deles. Aos 15 anos entrei no magistério, estudando sobre crianças, mas com planos de me formar e fazer faculdade de enfermagem.
Com o passar do tempo passei a sentir um receio da profissão. Meu forte não é as matérias de exatas, e estudei biologia por conta própria. No ano em que fiz cursinho acabei optando por Psicologia. Prestei por dois anos seguidos e não conseguia por pouquíssimos pontos.
Ficava triste pois este curso não era exatamente o que eu queria, mas na minha cabeça seria o mais fácil. No meu penúltimo dia de vestibular, acabei refletindo que na verdade queria Enfermagem, mas tive medo de tentar. Acabei passando em enfermagem em uma faculdade particular mas não fiz por questões financeiras. Optei por fazer técnico em enfermagem na minha cidade e passei a me sentir mais confortável com a minha escolha. Retirei parte das dúvidas a respeito dessa profissão, percebendo que queria trabalhar como uma enfermeira graduada.
Ano passado criei coragem e fiz o tão temido vestibular. Acho que o universo conspirou ao meu favor e desta vez estou em São Carlos. Escolhi a UFSCar principalmente pela chance de poder trabalhar na área da Saúde Pública e também de dar continuidade a minha profissão de professora.




Um comentário:

Priscila disse...

Menina, além do nome temos muito em comum... Ops, Priscila não é meu verdaeiro nome, mas isso fica pra outra hora. Quando estava no segundo período de Pedagogia tentei mudar meu curso para Enfermagem, mas na entrevista com a Psicóloga ela disse que não era uma boa escolha. Vai saber né... Nunca pensei em ser professora, foi algo que aconteceu naturalmente, mas um acaso muito feliz na minha vida. São tantas as experiências...Um dia te conto. O mais engraçado é que podemos comprar nossos uniformes no Sex Shop. Hahahahahaha.