quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Homem envenena a filha com água sanitária

Em Itapetininga, interior de São Paulo, um homem identificado como Lázaro foi acusado de tentar matar a própria filha, a jovem Priscila, de 21 anos, com água sanitária. A polícia investigou o caso e diz que o homem colocou água sanitária na bacia de uva de sua filha.

De acordo com ele, era apenas para desinfetar as uvas corretamente, pois vinagre não era suficiente para matar os micróbios. Ainda alega que a culpa é da jovem, que acostumada a chupar a fruta* sem lavá-las antes, as comeu direto. A garota se defende dizendo que as frutas da casa sempre foram lavadas com vinagre e não havia motivos para colocar um produto de limpeza em alimento.

A mãe da garota, sorridente, prefere não se manifestar sobre o caso. Diz apenas: "Vocês que são Rodrigues que se entendam". Até o final dessa edição, temos a noticia que a jovem esta se recuperando e passa bem, tomando doses cavalares de leite com nescau para ver se passa o efeito da intoxicação.

Este senhor também foi acusado pela família de estar se tornando gagá. Nesses dias ele perdeu as chaves de casa em sua própria cômoda e não admitiu estar errado. Alem de tudo, comprou um carro alegando que era verde e apareceu com um COR-DE-ROSA.

A polícia resolveu liberá-lo sob a condição de por um rádio no carro novo.

* A uva, gente besteirenta.

2 comentários:

Thaís disse...

Ahahahahhahaha...ri muitooo! Muito mesmo.
Viu, seu pai ta certa ô besta. Deve-se pôr agua sanitaria sim nas frutas e verduras para uma perfeita higienização de alimentos, pois o vinagre mata somente uma peqna porcentagem dos microorganismos presentes nestes alimentos.
Tenho dito.
Comprou carro pra nois passiá??
ROSA????????????

Priscila M.R. disse...

o anta mór...
disso eu sabia
mas ele colocou demais e NEM PRA ME AVISAR QUE TINHA AGUA SANITÁRIA LA


COMPROU SIM... EM BREVE ANDAREMOS DE UNO VERDE! e com SOM!!!!