sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Sou caipira pira pora

Sou uma garota do interior. Tá certo que moro na cidade, mas praticamente sou vinda da roça. Quer dizer, eu nunca morei no sítio mas minha família vem de duas cidades ainda menores que Itapetininga (São Miguel Arcanjo e Ribeirão Grande).

Todo mundo de fora que escuta minha voz pela primeira vez percebe meu R um tanto carregado. Além do mais, devido Itapetininga ficar perto do Paraná, eu tenho um sotaque de "LeitE quEntE da dor no dEntE da gEntE".

Se pra alguns isso é motivo de graça, pra mim é motivo de orgulho. Não que eu seja uma ultra defensora dos costumes da minha região. Eu honro com orgulho o bolinho de frango, mas porque se come. Eu só gosto do meu jeito de falar oras, é uma marca registrada do meu lugar de origem. E pra ser sincero é bonito. Acho lindo sotaques, não é atoa que eu gosto de imitá-los, então porque não assumir o meu?

Há alguns anos, eu recebi um e-mail com o Dicionário Itapetininguês. Então decidi repassá-lo mas eu alterei algumas coisas e coloquei meu nome embaixo. Então, não sei como, um dia minha mãe apareceu com o jornal da cidade e me perguntou se foi eu que escrevi. Era o tal dicionário que publicaram. Tenho até agora o impresso. hehe. Mas não foi exatamente eu que escrevi e eles tiraram uma das gírias mais legais daqui "Maru" (vulgo Pouta) "Aquelas moças simpáticas que estão todo final de semana no king Palace ou perto da rodoviária e que combram uma taxa por carinhos individuais". Ai gente, o melhor não colocaram. Enfim, vou mostrar pra vocês alguns dos termos:

Dicionário Itapetininguês
- Nem pensar, de jeito nenhum. Xé
Óia- Olhar algo prestando a atenção. Óia só que coisa!
Póde Erguê- Não vou fazer de jeito nenhum. Preciso que você vá até a cidade. Póde erguê que eu vô!
Campião- Pessoa ou coisa especial. Esse carro tá campião de bão!
Vai rendê- Vai dar certo, vai funcionar. Hoje o baile vai rendê!
Espeloteado- Birrento. Esse menino é muito espeloteado!
Quaiá o bico- Dar muita risada. O pião tomou um capote e eu quaiei o bico!
Posá- Dormir em algum lugar. Posso posá hoje aqui?
Capote- Levar um tombo. O Cara fez a curva e tomou o maior capote!
Chapá o côco- Tomar todas, beber até cair. Só saio do bar quando chapá o côco!
Melá o pé- O mesmo que chapá o côco
Erguida- Levar uma bronca Quebrei o prato e levei a maior erguida da mãe.
Orná- Que combina. Essas rodas vão orná no carro.
Chovendinho- Chuva fraca, quase uma garoa. Hoje ta chovendinho.
Pior que é- E isso mesmo, concordo. Eu acho que o João é frutinha. Pior que é!
Forfé- Bagunça. Fui no baile e tava o maior forfé!
Rebosteio- Termo utilizado quando tudo dá errado. Eu tava na marginal, a água do rio começou a subir, eu tentei sair e não deu. Virô um rebosteio!
Vô chegando- Ao contrário do que parece, é utilizado quando a pessoa vai embora. Bom pessoal a festa tá boa, mas vô chegando! e depois disso vai embora.
Morgá- Não fazer nada, ficar paradão como um lagarto no sol. Hoje não tô afins de fazer nada, vou morgá o dia todo.
Páia- Sem graça, sem tipo. que história paia você contou.
Estorvo- tudo que atrapalha é um estorvo.
Vazar- Sair fora, correr.
Azesquerda ou Asdereita- Informações sobre o caminho a ser tomado. Você vira azesquerda e depois asdereita e segue em frente.
Catando coquinho- quando você tropeça, balança mas não cai. O carinha tomou um tranco do Tonhão e saiu catando coquinho.
Deusolivre- Afirmação negativa categórica. Deusolivre que eu vou no cemitério a noite!
Diapé- Forma de locomoção. Você vai de carro ou diapé?
Carçá- Matar a fome. Vô carçá o estômago, antes de ir prá balada!
Senhor do bangue-tangue: Expressão utilizada em situações extremas. Senhor do bangue-tangue que frio tá fazendo!
Avisando desde já que não é porque eu gosto de sotaques e adoro o jeito de falar da minha terra que eu gosto de falar errado, muito menos escrever. Acho que é questão de lugar mesmo, o famoso "Em Roma com os romanos". O ideal é aprender certinho a forma culta mas respeitar a maneira que o povo do lugar fala, sem muitas críticas. Sem exageros, pois continuo achando que "Nóis semos" de doer o ouvido. Ta ai prô'ceis. Mas então, conta uma gíria diferente do lugar onde você vem.

7 comentários:

Fábio disse...

Não se ofenda... mas tem umas gírias aí muito engraçadas... ri bastante!

E todo mundo que não é de SP zoa o sotaque de paulista... acho que é normal todo mundo zoar o sotaque dos outros né?!

Beijos!

Clarissa(s) disse...

hahahahaha
Sabia que eu usei esse artigo em um dos meus trabalhos da faculdade sobre o dialeto caipira?
Claro que tivemos que contar todo o processo histórico da formação do dialeto, as características fonéticas e tals, mas quando chegou na parte de apresentar o vocabulários, o pessoal da minha sala amoooou!
Se você tem tanto orgulho assim do nosso dialeto, vai gostar de conhecer o trabalho de um professor chamado Amadeu Amaral. Ele explica tudo tin-tin por tin-tin... dê uma olhada!
o/

Priscila M.R. disse...

Nossa... você usou a minha nota no jornal?
hehehehehe
brincadeira... eu repassei por email e acabaram publicando no folha de itapetininga com o meu nome. Muito bizarro. Mas eu vou procurar sim. Adoro tudo relacionado a sotaques. Faz parte da caracteristica do nosso povo. Adoro imitar até sotaque na língua inglesa. hehehe

Nossa Fábio TEM GÍRIAS NOVAS AINDA. Dia desses eu acrescento mais.

Mari Mapelli disse...

Deus me livre de escrever errado!!! Esse dicionário tá parecendo o mineirês!!! Eu uso sempre...risos!

Priscila M.R. disse...

Hehehe... aqui é uma mistura de Paulista com Paranaense.
Temos o costume de falar com o som bem aberto, principalmente o E. Nao é atoa que os frutas adoram que eu fale "Tio mE vE uma lata de TINta". outra é lEitE quEntE da dor no dEntE da gEntE

Caroline Rocha Falcetti disse...

não faltou vileira, vilera sei la....q significava maloqueira...n lembro direito, morei 2 anos em Itape.

Juliana C. Sardela disse...

você é fera menina, eu falo quase tudo isso ai rsrsrsrs, xééééé vc acha que n é pra ter orgulho de falar itapetiningues? Amo nossa terrinha também, senhor do bague tangue ooooo terra boa. Agora falando sério parabéns pelo Blog, adorei. Grande beijo e suceeeeeeeeeeeeesso ai