sábado, 10 de janeiro de 2009

Na onda de Marley & eu

Eu nunca tive cachorro aqui em casa. Meus pais gostam de bichinho mas não queriam nada aqui por fazer sujeira e quase ninguém parar em casa. Pra não dizer que não tivemos nada, tinhamos peixes (O Rex e a Claire), ambos tiveram enterros dignos de peixes: serem levados pela privada.

Minha amigas de rua sempre diziam como minha casa era mais incompleta por não ter cachorro. Pode ser verdade, mas nem por isso eu sou insensível com bichinhos. Só não sou EXTREMAMENTE festeira com eles (sou mais assim com criança mesmo). Mas gosto de animais e assim que eu me mudar aqui acho que quero começar com uma plantinha, depois subindo uns degrais e ter bichinhos pra brincar e cuidar.

Hoje, quando eu fui com a minha mãe pra Sorocaba, ao terminar a sessão de rádio, nós fomos dar uma volta e demos de cara com um pet shop. Era bem chique, com as gaiolas expostas em vidro, mas também né ficava no Campolim. Tinha um cachorrinho que era a coisa MAIS LINDA DESSE UNIVERSO. Pegou eu e minha mãe de jeito. Ele era pequininho, dócil, alegre, simpático, fofinho.

Procurei na internet e é esse aqui é parecidíssimo com o que eu encontrei:


"Os cães da raça Shih Tzu são extremamente dóceis e adoram ficar por perto daqueles que fazem carinho neles. São indicados para áreas de convivência em apartamentos ou áreas similares. São bastante educados com relação à suas necessidades fisiológicas, considerando-se que devem ser treinados quanto ao local adequado para isso. Nunca dormem no mesmo local onde fazem suas necessidades, adoram beber água, adoram pisos frios (devido a sua pelagem e origem) e adoram ficar deitados perto do dono ou de alguém que gostam muito. Diferente de outras raças, o Shih Tzu pode ficar sozinho numa boa, pois não late em excesso nem destrói a casa."

Se um dia eu tivesse pensado no meu cão ideal, caceta seria aquela coisinha gostosa. Ok, eu sempre pensei num labrador (bem antes dessa historia do Marley). Puxa, que vontade de abrir aquele vidro e pegar ele no colo. Ele ficava tão festeiro comigo e com a mãe que era impossível nos duas não entrarmos na loja e não perguntarmos o preço. Gente, mil reais. Ui... doeu o bolso.

Acho que pra quem cria cachorro ou ja comprou um, esse não é um preço "tão" alto. Mas é que nós nunca tivemos e não estamos em uma situação para ter um por N razões. Então, nem pensar.
Mas sabe quando você quer um bichinho. Gente eu olhei pra aquela coisinha e ja pensei em nome: Johnny, se fosse menino, e Meghan, se fosse menina. La no sítio meu pai tinha um vira-lata. Alias, só la que a gente tinha realmente bichinho. Meu pai pôs um nome extremamente original no bicho de companhia dele: Cachorro. O engraçado era que o bicho entendia e atendia.
Algo meio de dar o nome de BB para um bebê ou como era no nordeste, a pessoa era chamada de Menino, como se fosse o nome.
Olha, agora eu não posso ter um animalzinho. Eu queria e muito, mas não dá. Mas juro, assim que puder vou ter um que nem esse. Um cão pra chamar de meu. Pra eu dar um nome bizarro, ensinar coisinhas e fazer muito carinho. Eu tenho que ter um espaço legal e um certo recurso financeiro. Hoje em dia cachorro esta que nem um filho. Enquanto isso, eu vou curtindo o dos outros, assim como eu faço com as crianças.

4 comentários:

Ruy Castrus disse...

hehehe, gostei do nome do cão do seu pai, adoro nomes estranhos.
nunca tive um animal q eu escolhi o nome quando criança, meu pai sempre dava nomes chatos hehe.
meu amigo fabio disse q um cara q ele conehce tinha 2 gatos, um se chamava branco e o outro se chamava "outro gato" hehehe, eu gostei do nome xD.
Mas eu gosto mesmod e dar nome de "pessoas" pra animais, e nome de personagens.
quero ter um gatinho um dia, beijao

KAZINHA LACERDA disse...

eu morro de preguiça de bichinhos em casa.
eles são fofos, mas eu não sou muito fã de limpar a bagunça deles...

Priscila M.R. disse...

hehehehehe Ruy
meu pai é doido de pedra. hehehe Gostei do nome "O outro gato"
vem caaaa outrooo vem caaaaa
Meo...tinha na minha rua uma mulher que deu o nome de priscila pra cachorra dela
mó sacanagem
hehehehehehe

Kaaa por isso que eu gostei desse
é limpinho, bonzinho, fofinho, quase um gato mas com as qualidades de um cachorro. hehehehe

Fabíola Ariadne disse...

Eu tenho uma shitzu, po, podia ter pegado a foto dela, a Lolita, Muito fofis ela. Olha lá no meu álbum família.