quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Meu dia como paciente

Estava eu toda de branco e serelepe dando banho num senhorzinho quando cai o paninho atrás na cadeira de banho. Como a acompanhante estava com o soro, la fui eu abaixar e pegar né. Não sei que mierdas deu e foi o braço de baixo da cadeira mas o pescoço foi em outra direção. O resultado foi um big de um estalo e meu esternocleidomastóideo ficou gravemente ferido. Ok... tire o grave, mas doeu pacas. Tomo a liberdade de dizer que foi uma dor semelhante a um parto e isso porque eu nem tenho filhos.

La fui eu pro posto da fisioterapia ganhar choques e massagens. A fisio perguntou se eu tava nervosa e queria ligar em casa. Na verdade eu tava lembrando da vez que eu tive um torcicolo. Eu falei pra minha mãe e quem ficou nervosa foi ela, queria que eu fosse pro pronto socorro. Ai eu me estressei e fui na minha vó pedir Dorflex, mas a vovs só tinha lisador. Dormi uma tarde toda e acordei só no dia seguinte chapada. Garanto que se eu ligasse em casa, mamãe ficaria nervosa e me mandava ir pro hospital e OI! EU ESTOU EM UM HOSPITAL.

Eu realmente adoro minhas companheiras de grupo. Elas total me deram apoio moral ao dizer "Olha a Priscila toda retinha pra fazer a anotação hehe, vai... me ajuda a carregar o paciente". Ah tudo bem, num ta doendo nem um pouco né. Troféu joia.

2 comentários:

Patsy Zombilly disse...

"Garanto que se eu ligasse em casa, mamãe ficaria nervosa e me mandava ir pro hospital e OI! EU ESTOU EM UM HOSPITAL."
hahahahahah

cara, amei ese blog. vou voltar mais vezes :)

Priscila M.R. disse...

Oiiii fofa!

super obrigada e seja bem vinda
hehehehe