domingo, 24 de agosto de 2008

Beijing 2008

Esperei terminar as olimpiadas pra poder meter meu bedelho com um pouco mais de paz. Vou assumindo que gosto mais de olimpiada do que de copa do mundo. São bem mais esportes, muito mais nacionalidades, tem toda aquela beleza da festa de abertura e de encerramento. Enfim, eu gosto de tudo isso.

Ja acompanhei quatro olimpiadas (Seul não conta porque eu tinha 7 meses) e lembro até da abertura de Barcelona, com o arco e flecha. Alias, fiquei decepcionada com a história do playback da menininha. Mas gente, essa é a China, o que eles não copiam e põe em uma embalagem nova?

Eu era super fã do Michael Phelps, mas não sei mais. Peguei nojinho. Ja no quarto ouro dele pensava "Ok... ta na hora de alguem afogar esse menino". Reparando bem, o que esse cara tem de talentoso (devido a sua genética "previlegiada") esse tem de feio, tadinho. Cada vez que ele saia da piscina pra comemorar a vitória, eu achava que era o monstro do lago Ness.

Sobre a ginástica eu nem tenho muito a dizer. Acho sacanagem uma galera falar que eles decepcionaram. Fala sério vai, nem pretendo me aprofundar no assunto do falta de incentivo, mas quer comparar os nossos atletas, que são mesmo talentosos, com os atletas americanos, chineses, franceses. Tem gente acha que a ginástica é que nem futebol baseado só na ginga. Que nada, tem uma super técnica e precisão por tras. Cada coisinha muito bem pensada.

Falo isso porque ja fiz ginastica olimpica... por três semanas (horríveis por sinal). Alias, de acordo com o treinador, eu tinha que fazer natação pois nesse eu tinha talento. Viu, se o país incentivasse os novos atletas, desse toda uma estrutura pras pessoas se interessarem por esportes e para que começassem a competir eu poderia ser a nova Michael Phelps, pois o pé do pato eu ja tinha. Hê!

Galvão Bueno gosta de berrar na orelha de todos que somos uma potência nos esportes. Nem preciso dizer que não somos né? Mas não é algo impossivel. Esse país é enorme e tem muita gente que pode até não servir pro futebol ou pro volei, mas poderia ser bom em outro esporte e é nisso que o governo deveria estar de olho.

Foi um saco ver a China ganhar medalhas em um monte de esportes que eles não tinham tradição nenhuma antes. O governo deles foi atras de gente que combinasse com o tipo de cada esporte e bancou pra pessoa treinar. Foi feito com uma certa sacanagem, obrigando os caras a sair de onde moravam e mais umas coisinhas típicas da "democracia" chinesa. Eles tão errados? Não. E por que não aplicarmos alguns raciocínios em nosso povo?

Nessa altura do campeonato, oferecer patrocinio aos atletas para que eles se mantenham treinando no país é apenas uma medida paliativa. É desde pequeno que deve surgir o interesse pela prática do esporte, ser aliado na escola. Não aquelas toscas de educação física em que os meninos ganhavam bola de futebol e as meninas ficavam olhando ou pulando corda, eu ja tive muitas dessas aulas.

Ahhh deixa eu parar, me inspirei demais. Tudo isso pra dizer que perdi a competição da ginástica ritmica por equipes. Assumindo desde já que eu fui a pé fria que fez o time masculino de volei perder pro USA, isso porque comecei a assistir justo o set que eles perderam e peguei no sono e fui dormir. Mas me agradeçam por ter ganhado o ouro feminino.

Agora volto pro meu sedentarismo habitual.

Um comentário:

Milena disse...

AAAAHHHHHHH eu já tô morrendo de saudade das Olimpiadas! Agora eu vou ver o que na TV??
E eu amo o Phelps! Um amor fraternal quase sabe? Rá!

Beijooooo