terça-feira, 29 de julho de 2008

Más companhias não... péssimas

De vez em quando eu tenho uns surtos psicológicos. sou sincera naturalmente e quando to atacada "siiiigura pião". As vezes até eu sinto que passei da conta e falo coisas que não devia ou que podem ser "duras demais". Normalmente essas falas vem acompanhadas de " por nada não, mas...".

Eu estava lembrando esses dias de um caso muito interessante. Foi talvez a fala mais maldosa da minha pessoa.

Quando eu tinha os meus 15 anos e tinha acabado de entrar no CEFAM, fiquei mais próximas da minhas vizinhas e de um menino da rua de trás.O menino era feio pra caramba e mesmo assim as três eram a fim dele.

A gente estava naquela fase fossa, regada de grunge (Nirvana, Pearl Jam e afins) e vinho dom Bosco. A gente ficava na frente da casa do Karinha* reclamando da vida, dos pais, da escola e do famoso "Ninguém me ama, ninguém me quer, por isso vou comer barata". Nem tinha (e nem tem) muita coisa pra reclamar. Mas é aquela fase.

A vez auge dessa época foi quando estávamos todos deprimidos e rolou o assunto "suicídio". Coisa mais EMO do mundo. Passava a garrafinha de vinho (bebia no gargalo) e falava "Minha vida é uma bosta, eu quero morrer", "odeio minha vida". Eu sei que chegou na mão de uma super amiga, que eu chamava de irmã até e ela até repetiu uma das frases.

Eu, que estava bocózona e quando to assim meio grog fico bocuda a beça, solto um "Poxa... se eu tivesse sua vida eu queria me matar mesmo". Todo mundo olhou pra mim querendo me matar. Em segundos eu seria "suicidada". Sabe quando você sente uma ira ao seu redor e percebe que cometeu um erro muito grande a ponto de comprometer sua existência. Esse foi um deles. Se eu não soltasse um "brincadeeeerinha foi só pra descontrair" eu ia ser morta ali. Sem brincaderas.

Creio que a partir desse dia eu cortei essa coisa "depressivo em grupo" do meu círculo social. Nunca mais rolou esse tipo de reuniãozinha. Viu... até nas piores frases há a cura pra deprê. Vendo o lado bom de tudo.

3 comentários:

RuyCastrus disse...

realmente foi cruel O.o
tadinha!
:P

Cinthya Rachel disse...

barata frita, barata assada, sopa de barata.........

Priscila M.R. disse...

Pega a baratinha
Tira a cabeçinha(aiiii)
Chupa a meléquinha (uuuuuuui)
Hum joga a asa fora

hehehehe...
Melô da barata