sábado, 21 de junho de 2008

Dona Margarida

Odeio certas chatices da minha mãe, principalmente quando ela me faz passar vergonha na frente das visitas. Ela fala umas coisas que quem não conhece acha que é alguma coisa absolutamente normal, mas não é. Ela ta induzindo pra falar OUTRA COISA.

Acordei de manhã pra atender a porta pras amigas dela e voltei a dormir. Quando passei de novo na sala ela fala "Bom dia né, Pri", que queria dizer "Fala bom dia pras visitas Priscila". Eu respondo com o "Ja falei bom dia mãe, esqueceu que fui eu que fez sala". Ô saco, mico que carrego que é de outra pessoa.

Tem alguns dias que acordo e a minha mãe quer de todas as maneiras que eu peça a benção. Mas o detalhe é que ela nunca me ensinou a fazer isso, alias nós nem católicos somos e esse é um costume deles e não nosso. Soa muito forçado, principalmente porque eu tenho 20 anos e começar com uma "tradição" agora é pura bobagem de gente antigo. Decididamente este não é um dos meus planos.

Um dia desses, a mãe chegou e falou:
_ A benção, Pri. (que queria dizer "Pede a benção pra sua mãe")
Eu que não sou tatu, pus a mão na cabeça dela (eu sou mais alta também) e disse:
_ Ta abençoada mãe. Agora pode ir em paz.

Meu pai caiu na risada. Nem preciso dizer que minha mãe ficou muito puta né.

3 comentários:

Ruy Castrus disse...

hahahahahahahahahahahahahaha
morri!!!!

Elke disse...

rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs
eu tb morri de rir!!!!!!!!!!!!!
A-D-O-R-E-I
Claro, não querendo desrespeitar sua mãe...mas se eu fosse ela tb ia rir muuuuito!!

Priscila M.R. disse...

Xéeee
Mamis não ri
Ela fica brava e fala que nos criou errado, que somos sem educação e toda a balela hehehehe.
Mamae é uma DRama Queen.