quinta-feira, 8 de maio de 2008

Depois de mto tempo...

oi meninas e meninos

tive que sumir mesmo, a vida nessa não tão pequena mas nem um pouco grande cidade não me deixa parar pra refletir um bom texto pra por aqui. Entre tentativas de suicidio mal sucedido (nao minha gente por favor), gargantas sangrando e trabalhos mega exaustivos no curso, não rolava nada realmente engraçado comigo.

Mas preciso de um conselho. Na verdade, uma crítica contrutiva ou uma lição pro meu crescimento emocional.

Quem le isso aqui soube da historia do chiclete né? Pois é. O ser pegou o numero do meu telefone e sumiu por uma semana. Ele deixou um moleton comigo. De acordo com o livro "Ele simplesmente não está afim de você", isso indicaria que o cara simplesmente não está afim de mim. Mega superável, pois como ja disse ele foi bem chiclete comigo e eu não gosto disso. Fiquei com uma impressão que ele precisava mostrar que tava com alguem no meio de uma grande festa da cidade. Muito estranho.

Acontece que o cidadão apareceu na minha casa no sábado passado, as oito e pouco da noite, no meio do clipe novo da Madonna (que eu ainda não tinha visto mas nao achei nada demais) eeeeee... sem ligar pra avisar que tava vindo aqui em casa.

Imagina você, toda descabelada, doente, de conjunto moletom mickey mouse 1999, num mega frio e no meio do clipe novo da Madonna, aparece o cara que sumiu por uma semana com a desculpa que veio pegar a blusa dele (ele emprestou porque eu estava com frio). ALGUEM CAI NESSA BALELA?

O que impede um imbecil de pegar o raios do telefone e ligar "Hey eu vou passar ai pegar a blusa e a gente pode conversar ne". Ele ia ganahr o fora do mesmo jeito, mas com um pouco mais de dignidade poxa.

Quando eu vi a criatura de moto, parado na frente de casa não tive reação, pensei "What the fucking is that?". Poxa, eu acredito que o cara foi folgado, achando que aparecendo de surpresa eu ficaria caidinha por ele e olha só "ganhei um namorado". Óbvio que entreguei a blusa e nem enrolei muito pra dizer que não podia ficar na frente e dei meu Bye-bye.

De acordo com a amiga 1, eu que fui malvada com ele, que deveria ter conversado. Que o tadinho saiu de longe da casa dele ou que as vezes so passou ali porque tava passando perto de casa. E eu, a ruim, que afasto os meninos e bla bla bla whiskas sache.

Sério pessoal, que vocês acham. Um cara aparece tarde na casa de uma menina sem avisar e sem dar informação depois de uma semana. Ah ta... eu ainda sou a errada, a grossa que nao quis cair no papo do "pow roubaram meu celular". Antes só do que mal acompanhada.

4 comentários:

Flá disse...

Bem,eu jah te disse o q eu axo,neh??Mewww,o cara naum tava fazendo um favor pra vc indo buscar a blusa DELE!E tipos,whatever,vc naum tava interessada nele msm,ia fikr dando trela pro cara à toa???Nooot,axei sua atitude mto digna.Além do q,eu ia mooooorrer se um cara aparecesse em casa qnd eu simplesmente NÃO tivesse em condições de botar a cara na rua...hiuhaiuhaiuhiuahauihaihaiu,fala sério,dah moh vergonha...

Bjo,Prix

Bruno disse...

Tem uma coisa contraditória nessa história: ele não ligou durante um tempo, mas deixou uma roupa contigo (motivo pata volta a vê-la). Bom, a merda é que ele deixou para ver você (i.e., pegar a camisa) tempão depois, ou seja, parece que tratou você como "banco de reservas". Portanto eu acho que você agiu bem :P

Priscila M.R. disse...

Fláaaa
se há tres anos eu soubesse, amiga sua seria desde aquela época.

Bruno... ADOOOOORO VEREDICTOS masculinos.
Thankssssssss

Ruy Castrus disse...

APosto q mais pra frente vc vai se arrepender e querer ele...hehe eu teria feito o mesmo e seiq eu me arrependeria no futuro tambem hehehe