segunda-feira, 21 de abril de 2008

Juno


Mais uma vez eu vou dizer que NÃO sou uma fucking crítica de cinema. Não espere ler um comentário de direção e arte ou sobre o roteiro, até por que o primeiro filme que assisti de verdade foi "Xuxa contra o baixo astral". Mas vou me juntar no coro dos que adoraram esse filme, BUUUT por um motivo particular. Me identifiquei UM TANTÃO com a Juno, as ações dela, as piadinhas, as loucurinhas, as declarações e a principal decisão. Carai, parece que eu to me achando, mas me senti como se fosse ela.

Por exemplo, faria o que ela fez de procurar pais adotivos para o bebê numa boa, sem pensar duas vezes. Ja disse isso pra alguns conhecidos, que se eu engravidasse e não tivesse nenhuma condição real para cuidar optaria por adoção. Parece que so perde pra ideia de aborto no aspecto de maldades. Por que raios? É uma mega forma de amar uma criança, escolher uma família que a ame, desejar que ela tenha o melhor. Bem... so sei que entendo a companheira. Óbvio que meu pai não deixaria, mas acho que minha mãe ja teria me surrado tanto que eu não estaria viva (ela é meio Marta Paginas da Vida).

Fui no cinema sozinha, convidei a cidade mas parece que todos resolveram me dar um pé na bunda juntos, bem quando achei que reuniria numa mesma sala gregos, troianos, osama bin laden e até o Bush. That's ok! Pude comprar um pacote de amendoim e Fanta e não dividir com ninguem. A minha mãe queria ir junto, mas achei melhor não. Sabe como é, o tema é meio "polêmico" pra ela. Vai que ela pense que eu to prenha também né.

Falando nisso, porque velhinhas simpáticas me perseguem no cinema? Na verdade elas não perseguem, mas tenho a impressão que sempre que eu for no cinema vou sentar na frente daquele povo que adora tagarelar e chutar minha poltrona (isso ocorre com certa frequencia). Meu ato de vingança foi enxer a boca de amendoim e mastigar BEM alto. Alguem soltou algum pio depois? NÃO. Isso sim foi cruel.

Gente, Diablo Cody. Definitivamente é o melhor nome de Stripper que eu ja vi na minha vida. Não ta nos meus planos me tornar uma, mas se for pra ser... quero um nome parecido. Pensei em algo como ... Ciabo Dody. Não vem nenhum na mente agora. Mas definitivamente... ESSA É A MULHER. Quando será que sai outro filme escrito por ela? Aguardarei com muita pouca paciencia.

Voltando a falar sobre o filme, ótimos diálogos. Alias, dei muita risada SOZINHA no cinema. Parece que so eu ria dos diálogos mais hilários, o cinema estava mudo. COMO ASSIM? Ri bem altão quando a Juno falou "um copo de whisky, por favor" pros pais adotivos. Coisas que eu faria. Realmente dava pra imaginar a Lor Gilmore (não que eu me considere ela). Filme fofo, filme fofo. I love it I love it.

Sabe como eu sai do cinema? Parecendo uma grávida. Uiii... meu ladinho Vanessa. Neste ponto, queria ser uma mãe que nem ela. Só entregaria um bebê se fosse pra alguem como ela. Provavelmente, em 10 anos, serei como ela. Assim como agora me sinto Juno.

Ah... eu avisei que não era uma crítica.

4 comentários:

Flá disse...

No fim foi sozinha mesmo,eh???hiuahia,mocinha ansiosa!!Eu tava moh pensando em ir quinta!

Ms daih eu gosto mais de críticas feitas por não críticos..haiuhaihai,soh esse tipo de análise vê as coisas q eu veria e tem opiniões q eu teria...

adoro!

ps:putz,qro um telefone desse!!

richars disse...

Aaah!
*Abraça*
Vc gostou??
Eu gostei MUITO tbm hehe, me sinto bem sabendo q mais pessoas gostaram de Juno(ate pq o mundo todo gostou hehe)
Eu gostei muito, é engraçado e fofo né?
Terminei de ver e fiquei rindo a noite toda hehe....

Telefone VoIP disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Telefone VoIP, I hope you enjoy. The address is http://telefone-voip.blogspot.com. A hug.

Priscila M.R. disse...

TECLA SAP POR FAVOR