segunda-feira, 28 de abril de 2008

É você quem manda Boss

Eu sou a última da casta onde eu trabalho. Sabe... nem sei definir direito a minha função, alias... nem sei o que é meu pagamento também. Se algum de vocês souberem vão rir muito de mim. Praticamente é em troca de curso. São oito horas por semana (isso mesmo... 2 dias com 4 horas), sendo que na noite anterior me da uma baita insonia, então ligo o mp3 com diveeeersas músicas.
Mas todo mundo manda em mim e quando era pra eu mandar em alguém... fui substituida na função. Nem liguei.

Os alunos de lá normalmente me veem dormindo sobre os bloquinhos. Tenho certeza que alguns guris me acham a tia doidona, ou alguem muito mal humorada mesmo (mas eu sempre sorrio pra eles, adouuro criança).

Mas pra ter algum entreterimento naquele lugar totalmente chato, faço algum campeonato comigo mesma. Eu sou assim ok, tento achar graça onde não tem só pra não morrer de tédio. Sempre que falta uma hora pra eu ir embora que o lugar fica realmente engraçado (nos meus níveis). As maiores pérolas da minha Chefe saem nessa hora como "Eu compro essa caneta porque escorre melhor, mas é bem mais cara .. bla bla bla ... porque o clips aumentou de preço... porque a caneta tem pouca carga". É sempre assim e eu dou muita risada.

O ponto alto do meu dia era quando uma peste (que eu adoro de verdade pq ela é imensamente engraçada) chegava pra aula e a Chefinha que atendia. A menina adorava passar espanador pela sala e a Chefe atrás implorando pra ela sentar. Criança birrenta em locais publicos é tão engraçado.

Adoro também as onomatopeias e ruidos sérios que uma moça la do Cumão faz quando a Chefe fala com ela. Ela tem a arte de fazer "Ummmhum" de um jeito totalmente "Pára de enxer meu saco" que alegra minha existencia naquele lugar.

É extremamente prazeroso chegar as 8:04 da manhã e ouvir da minha chefe "Priscila, tem que chegar oito horas em ponto por causa das crianças". Sabe o apice da minha alegria foi quando cheguei 8:10. Teve uma vez que cheguei 9:00, mas essa não conta porque eunão tinha descoberto "O Segredo".

Fiz também os campeonatos "Quantas vezes a Chefe se chama em terceira pessoa", "Quantas vezes ela vai chamar o nome inteiro da menina nova na hora de dar uma bronca", "Quantas vezes ela vai me interromper na metade do meu serviço" (confesso que desta ultima eu não gosto muito).

Eu realmente me divirto com as pequenas babaquisses que vejo la. Eu aconselho isso pra vocês. Sei que muitas pessoas estão fazendo algo que não gostam ou que perderam o gosto, mas tentem ver algo de bom nisso, por menor que seja. Gente, eu tenho o emprego mais imbecil do mundo, mesmo assim, se eu for pra la toda segunda e quinta às oito (... e mais uns minutos) decidida que aquele lugar é um Hell, definitivamente trabalharei em um. Melhor transformar no lugar mais cômico do mundo né.

Mega dica: assitam The Office, é impossivel não rir muito e não achar ótimo que pelo menos no nosso emprego não tem o Michael Scott de patrão (se bem que minha chefe podia dar as mãos e sair pro mundo com ele). Outra dica é "O diabo veste Prada", Miranda Priesley forever!

domingo, 27 de abril de 2008

ô sacow!

Eu nunca namorei e isso não é segredo. Também nunca me importei muito com isso. Não gosto desses esquemas casalzinho e tals. Vi algumas amigas terem namoros EXTREMAMENTE chatos onde amigo de um NÃO é amigo do outro.

Pois bem. Na minha cidade tava rolando a Expoagro, uma coisa meio tradicional de cidade de interior. Essas feiras agricolas ou festa do peão que trazem alguns artistas, rola grana adoidado e vem o povo da região e o pessoal que morava fora. É a época que muitos casais terminam porque todo mundo quer estar solteiro.

Dos shows só fui no Inimigos da HP, ja começo a dizer que não sou fã, mas seria bem menos lotado que o Victor e Leo. Dava pra ir conversar, dançar, paquerar tudo na boa. Dei um tapa no visu e fui encontrar uma amiga. Outra tradição é o esquenta, todo mundo se reune em uma casa vazia ou em um bar e bebe muito com pouco dinheiro, pra economizar mesmo. Então ja fui bem trilili na festa.

Chegando lá, vejo o meu "Erase and Rewind" (sorry pra quem leu mas tive que apagar o post) e bateu um flashback. Mas acontece que chegou um outro menino MEGA HIPER bonzinho em mim. Normalmente eu dou um fora educado e tals, sou phena. Mas parece que ontem encarnou outra pessoa no meu coro. Dei uma chance pro serzinho né, não foi peeeeeena nem nada, mas sabe quando você queria era... outro.

Acontece que tive que dar a famosa "perdida" (operação vou no banheiro). Nessa encontrei o inicial. Voltei a ser a Priscila, aquela que nunca fica com ninguem, mas quando se interessa por um é só esse um, a que sabe o que quer nesses momentos. Queria meu bonitin, mas o menino num vale nem 1 centavo (aii se eu tivesse moeda nesse bolso) e voltei pro meu povo. Depois de muita chacoalhada no quadril eis que volta ... o primeiro menino.

Gente o menino grudou em mim. Voltei a ser um ser que eu não era. Como assim? Adivinhem. Não curti NADA com as minhas amigas e a turma nova que conheci. Não vi o show porque o amigo do fulaninho deu de se meter em briga, e la vou eu atrás não sei pq cargas d'agua.

Indo ao que interessa. Justo na noite que tinha menininho bonito e passado nebuloso, eu fui passar a festa ... casada? Pera ae. Eu passo o ano inteiro solteira (com orgulho) e de boa, e na expoagro gruda um em mim. Isso é azar, muito azar.O cara era um amor, mas eu não podia curtir nem meu momentinho junkie bitch, que acontece uma vez a cada século.

Sabe o que é isso? Tenho que levar meu amigo G. junto, assim ninguem chega em mim, posso curtir a vontade dançar muito. Tenho dito. Ficada com cara de namoro... ninguem merece. Ahh... essa menininha que baixou em mim, não volta neste corpo por nada nesse mundo.

sexta-feira, 25 de abril de 2008

Engraçadinho até depois da morte

Achei interessante a colocação da minha mãe "Padreco quis dar uma de Sabrina Sato" (segurei muita risada). É de extremo mal gosto zoar com uma coisa dessas (hehehe), eu sei.. é muito chato. Eu acho que não gostaria que ninguem fizesse piadas se um dia resolvesse pegar uns balões de festa, enxesse de gás helio e saisse por ai, dar umas voltinhas. Mas não resisto. O que raios faz alguem pensar que nao ia dar merda e fazer isso no Litoral? hehehe. Ta concorrendo ao "Darwin's Award". Eu votei... lógico. Eu sei que é errado mas... votei.

Semana passada, antes dessa história de balões, a profe fez um comentário ótimo. Ja foi avisando que veremos, pela nossa vida, diveersas tentativas de suicidio bem e mal sucedidas. Diz que suicidas são os seres mais criativos do mundo. Acho que não... as mortes acidentais são mais legais. Separei duas historias que ouvi (vou contar como lembro):

1- Houve um incendio na floresta da california (novidade) e aviões retiraram água do mar pra apagar o fogo. Quando tudo acabou, percorreram as matas e viram um corpo de um homem vestido com roupa de mergulho. Enviaram até uma carta pra família do morto dizendo como ele foi importante pra salvar a floresta.

2- O cara foi tentar matar a mulher jogando a de cima de um prédio, só que ela caiu em cima do toldo. Pra terminar o serviço o cara se jogou do prédio mas calculou errado a queda e foi parar em cima da fiação.

Nem preciso dizer mais nada né?

quinta-feira, 24 de abril de 2008

De saco cheio!

O que é pior que brigar com gente burra e que não te escuta? Parece que não existe pior, mas tem. Discutir com gente SONSA. Aquele tipinho que não fala do assunto em questão, faz que tem medo. Fica parecendo que você é um mostro e aquele ser tonto sai como alguém "indefeso", tadinho.

E quando essas pessoas, por não ter argumento, resolvem falar "Você ta muito estressada, ai relaxa" (mexendo a juba) "Aiii o trabalho tem que entregar até dia 6" (mexendo a juba) "ai eu não vou me estressar" (mexendo a juba). A cada questão concreta, sobre o assunto, a SER que me refiro respondia desse jeito. Meus nervos não aguentaram, sabe quando você sente o seu tom de voz subir muito em tão pouco tempo, sentir sua pele queimando.

Que amor pela profissão esse ser tem? Enfermagem é quase um sacerdócio. Se no curso ja é assim, imagina quando começar a trabalhar, vai passar MUITA vergonha. Não escuta o colega da sala, vai escutar muito de superior. Ou pior, xingo médico. Quando se fala de vidas todo o cuidado é pouco, vai esperar dar bobeada assim quando tiver com um paciente no quarto?

Quero ver se tem coragem de falar pra um paciente "espera... tem até dia seis". Quero ver se tem coragem de falar pro médico "aiii como vc ta nervoso, relaaaaxa". Quero ver quando um superior mandar fazer alguma coisa "Ai to muito ocupada em casa ". Quero ver quando for cobrado as coisas dizer "Aiiiii num fiz". O que me consola é que tipinhos assim a própria seleção natural se encarrega de dar fim.

Pronto... falei de novo.

quarta-feira, 23 de abril de 2008

Até tu Hermione?

Aiii (bocejos)... essa moda de perseguida de fora ja deu.
Se for pra estreiar os 18 com chave de ouro, faz que nem eu: ENFIA UM CARRO NO POSTE EM UMA RUA DE MÃO ÚNICA COM DIVERSAS CRIANÇAS BRINCANDO PERTO. Isso sim... mó adrenalina.

terça-feira, 22 de abril de 2008

Pra um dia tosco e sem novidades...

Sem planos pra casamento OK. Mas esse é o bolo de casamento mais LINDOque vi na minha fuking vida. Olha só que perfeitinho casamento de Nerd. Eu quero gente... EU REALMENT QUERO.Bom final de segunda... ops terça pra vcs!

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Juno


Mais uma vez eu vou dizer que NÃO sou uma fucking crítica de cinema. Não espere ler um comentário de direção e arte ou sobre o roteiro, até por que o primeiro filme que assisti de verdade foi "Xuxa contra o baixo astral". Mas vou me juntar no coro dos que adoraram esse filme, BUUUT por um motivo particular. Me identifiquei UM TANTÃO com a Juno, as ações dela, as piadinhas, as loucurinhas, as declarações e a principal decisão. Carai, parece que eu to me achando, mas me senti como se fosse ela.

Por exemplo, faria o que ela fez de procurar pais adotivos para o bebê numa boa, sem pensar duas vezes. Ja disse isso pra alguns conhecidos, que se eu engravidasse e não tivesse nenhuma condição real para cuidar optaria por adoção. Parece que so perde pra ideia de aborto no aspecto de maldades. Por que raios? É uma mega forma de amar uma criança, escolher uma família que a ame, desejar que ela tenha o melhor. Bem... so sei que entendo a companheira. Óbvio que meu pai não deixaria, mas acho que minha mãe ja teria me surrado tanto que eu não estaria viva (ela é meio Marta Paginas da Vida).

Fui no cinema sozinha, convidei a cidade mas parece que todos resolveram me dar um pé na bunda juntos, bem quando achei que reuniria numa mesma sala gregos, troianos, osama bin laden e até o Bush. That's ok! Pude comprar um pacote de amendoim e Fanta e não dividir com ninguem. A minha mãe queria ir junto, mas achei melhor não. Sabe como é, o tema é meio "polêmico" pra ela. Vai que ela pense que eu to prenha também né.

Falando nisso, porque velhinhas simpáticas me perseguem no cinema? Na verdade elas não perseguem, mas tenho a impressão que sempre que eu for no cinema vou sentar na frente daquele povo que adora tagarelar e chutar minha poltrona (isso ocorre com certa frequencia). Meu ato de vingança foi enxer a boca de amendoim e mastigar BEM alto. Alguem soltou algum pio depois? NÃO. Isso sim foi cruel.

Gente, Diablo Cody. Definitivamente é o melhor nome de Stripper que eu ja vi na minha vida. Não ta nos meus planos me tornar uma, mas se for pra ser... quero um nome parecido. Pensei em algo como ... Ciabo Dody. Não vem nenhum na mente agora. Mas definitivamente... ESSA É A MULHER. Quando será que sai outro filme escrito por ela? Aguardarei com muita pouca paciencia.

Voltando a falar sobre o filme, ótimos diálogos. Alias, dei muita risada SOZINHA no cinema. Parece que so eu ria dos diálogos mais hilários, o cinema estava mudo. COMO ASSIM? Ri bem altão quando a Juno falou "um copo de whisky, por favor" pros pais adotivos. Coisas que eu faria. Realmente dava pra imaginar a Lor Gilmore (não que eu me considere ela). Filme fofo, filme fofo. I love it I love it.

Sabe como eu sai do cinema? Parecendo uma grávida. Uiii... meu ladinho Vanessa. Neste ponto, queria ser uma mãe que nem ela. Só entregaria um bebê se fosse pra alguem como ela. Provavelmente, em 10 anos, serei como ela. Assim como agora me sinto Juno.

Ah... eu avisei que não era uma crítica.

domingo, 20 de abril de 2008

Viciozin


Sabe aqueles toquinhos que a gente escuta e gruda na cabeça? Ta escutando rádio e eles passam um trechinho de uma música que é sucesso no exterior, mas no Brasil néeeecas.Ai vê de relance na MTV, mas nunca passa o clipe inteiro. E você se apaixona pela música e não acha nem o nome da cantora nem nada.

Vasculhei muito e achei a canção do MEU momento: Mercy da Duffy (Aimee Duffy). Até pensei que era uma cantora do passado que fizeram uma remixagem, mas que nada, é atual mesmo. Dizem que é a nova Amy Winehouse, o que considero BEM injusto. Elas tem maneiras de cantar bem diferente, e essa (pelo que parece) não tem uma vida TÃO conturbada como a morenona.

Musiquinha super gostosa pra se dançar, pra cantar pra alguem, pra deixar tristeza pra tras. Ouvi umas musiquinhas do disco tambem e não são nada ruins (não sou crítica ok, minha simples opinião).

Invejinha básica da amiga Verônica que ta em Londres curtindo as cantoras mais legais da atualidade. Gosto também daquela Leona Lewis (vergoinha), mas a garota tem A VOZ e a música é bem sensual. Do jeitinho que a Pri gosta.

Voltando falar da Duffy... olha que fofinha. Parece ser tão saudável. Clipezin prôces (alguem pode me explicar como põe video aqui?)

http://www.youtube.com/watch?v=KE2orthS3TQ

you got me begging you for mercy
why wont you release me
I said release me

Thank U Isaac /Tom Tom


Meu amigo Isaac/Tom (ele usa nomes diferentes pra dias alternados), láaaaaa pras bandas de Natal (RN) ficou morrendo de dó de mim, que não conseguia dar um tapa no visu do blog e me fez a fotinho ali de cima. Ele sabe da minha admiração pela Audrey e colocou minhas fotinhas ali do lado. Tudo foi este ser que fez as modificações. Acho que ele se estressou de tão feio que eu deixei o blog com tanta montagem mal feita. Tudo isso entre os intervalos de "10 coisas que odeio em você" (amamos esse filme né?). Falando nisso... como o H.L. era tão lindo. Meu bunitinho é parecidin com ele. :P

Mas então: Obrigado paixão. Apesar de você nunca comentar aqui, foi você um dos principais motivos de eu ainda escrever. Logo Logo ja vai fazer um ano de amizade. Nossa meus quatro amoreCos (Los Frutas e G.)

Tenho que agradecer também ao companheiro Fábio (SP) que vai me mandar uma pizza de 4 queijos (com umas rodelas de salame por cima) só por ter me abandonado no msn, neste dia que eu não sai (de novo).

Bjos pessoal.

p.s: Amanhã é o dia de ir ver JUNO!!!
p.s.²: Não Goya, SEM ABAJUR COR DE CARNE.

sábado, 19 de abril de 2008

100!


Podem fazer as contas ae, ja se foi 100 posts. Pra quem tinha medo de redações e até de fazer um diário, eu ja fui bem longe. Pelo visto nao abandonei isso aqui tao rápido como pensei. E pra comemorar pensei em uma história bem legal que aconteceu essa semana.

Apareceu a amiga Thaís com o amigo Rafael aqui em casa pra ver um vídeo meimornão chamado London (procurem Jessica Biel). Eu ja farejei e pensei "não vou gostar tanto". Sugeri da gente ir comprar pizza e tals. La fomos nós.

Enquanto o machoman foi estacionar o carro, miguxa e eu escolhiamos a pizza. Na discução de doce ou salgado, eis que chega ao nosso lado um negão estilo "new orleans" acompanhado por um jovem enferrujado la. De relance eu vi o crachá, eram dois mormons. Os dois estavam conversando em Inglês, ou tentando porque o Ferrugem não parecia falar muito bem.

Eu não sei falar direito mas consigo entender bem por causa de muita tevê e seriado (creio que meu lance seja "sotaque" :P). Ja a Thaís é formada em inglês. E a gente começou a prestar atenção no papo deles, baseado em "O que é isso? é do que?". Era uma conversa meio sinistra. Em pleno supermercado dois caras muito estranho conversando em inglês, e a gente segurando a risada.

p.s.: não sei onde peguei a foto. sorry.
Acontece que do nada, chegou outro amigo com a namorada dele bem atras de mim. Sem querer virei e pisei em cheio no pé dela. O que eu falo? Em vez de um desculpe, me solto um "I'M SORRY" tão alto. Gente do céu. Que vergonha.

A menina (que AINDA não me conhecia) me achou uma bocó. Os mórmons sacaram que a gente tava rindo era DELES e sairam. Acho que a Thaís realmente nem se tocou. Depois dessa fui embora quetinha.

sexta-feira, 18 de abril de 2008

Simata amigo


Todo mundo lembra do primeiro beijo? E da pessoa em que deu (ou recebeu) o primeiro beijo?
Meu primeiro beijo foi tão catastrófico que passei a considerar o segundo o meu "realmente" primeiro beijo. Só que o segundo foi bem idiota, e pulei pro terceiro com um pouco mais orgulho.
Isso era o que eu achava até 15 minutos atrás.

Entre o intervalo de Gilmore Girls (sou orfã da Lor) eu vasculhei minha pequena programação. Todos os casais falavam do Caso Isabella e como tô de saco cheio de ver um bando de gente oportunista querendo se aparecer dando risada e chamando o casal de assassino, troquei de canal.
Enfim, cai justamente na da tv local.

Achei interessante um grupo de axé dançando, guiados por um cara cheio de "dreads" bregamente coloridos no cabelo, de camisetinha regata mostrando os músculos-bem trabalhados a base do dia todo de malhação. Analisando a fisionomia do ser penso "Puxa, conheço o campião de algum lugar". Itapetininga não é TÃO grande assim, as pessoas se cruzam, rostos são familiares de alguma forma. Reviro a memória e em seguida um "não pode ser bem grande".

Era o menino do terceiro beijo. Vergonha alheia tão grande. O que leva uma pessoa ir a tv local e ENSINAR axé? Homem dançando como se fossem a Carla Perez/Jacaré é a coisa mais sem noção do mundo. Perdem uns mil pontos por isso.

Penso nos bons momentos que tivemos juntos. Sabe os cinco minutos. Quando eles acabaram virei pras minhas amigas com um ar inocente e jovial de "Poxa me dei bem". Naquela época, todas as meninas pagavam mó pau (duplo sentido ok) pro amigão.

Agora... O QUE RAIOS EU TAVA PENSANDO? Em nada, porque a culpa foi dele de não ter permanescido alguem ficável. Podemos classificar os meninos como vinho. Alguns quando crescem viram "vinhos gostosos", que melhoram a cada ano. Outros viram.... vinagre, que so servem pra temperar um ou outro dia.

sábado, 12 de abril de 2008

Na-Ma-dru-ga!

Ja que to aqui sem fazer nada mesmo
Bora posta coisa inutil. Mas tudo por etapas

Primeiro:
Matt Damon realmente é um pão.To dizendo isso por que a Warner ta reprisando 11 homens e um segredo. LINDINHO da Pri. Ele parece aqueles vizinhos gostosinhos que a gente tem, mas que nunca dão nem bom dia, por que (by the way) não sabem da sua existência. Um homem extremamente acessivel nos sonhos. Alguem ja conseguiu sonhar que catava o Brad Pitt? NÃO. Agora o Matt Damon é extremamente sonhável. Ja disse que tenho uma queda por homens exóticos, com cara de inteligente, de óculos, que cozinham...

pIsicologia
Fiz esse testinho básico aqui. G-E-N-T-E, me pergunto... o que aconteceu com esse ae? Só nas dublagens mesmo?Eu queria parecer como a "old Christine" mas ela era mei chatin né? Faça o teste e depois me conte.





Que personagem do Seinfeld é você?
Trazido a você por Soul Fire

Comunidades que descreve meu momento

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1921470
Ninguem escreve ao coronel

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=43793926
Sou feio até de rayban

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=42712320

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=27504669
Festa do Oscar

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=42725479
Sou mais inteligente solteiro

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=50343562
Pagode na Rehab

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=6430988
Regina Volpato

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=17721440
Gugu tem filhos

A Melhor conversa de msn da noite foi:

Ele diz:
vc ficaria comigo?
Priscila diz:
isso é uma suposiçaõ ou um pedido?
pq... pra cada uma delas eu tenho uma resposta diferente
Ele diz:
quais sao as respostas
Priscila diz:
olha...
tem o sim e o nao

TV
Só eu que acho que vai ser (já é) uma MERDA aquela série do "Terminator- The Sarah Connor Chronicles" ? Por que se for... vou convencer todos do contrário. Alguem ja imaginou o Arnold Swdlkasjfneger fazendo participação especial? Só se for pra fazer campanha pra governador...
Quem quer apostar que eu vou pagar com a lingua? Ainda bem que não tem fox na tv aqui de casa. hehehe.

Ok. Vamos falar de política.

(sem brincadeira, no momento que colei a foto começou a tocar "Boooooorn in the U.S.A." na MTV)


Beijão, ta na hora de criança ir pra cama.

Shit Shit Shit

Outro bolo.
Bem hoje que eu estava me sentindo bem. Blusinha bonita e discreta, cachos em ordem, perfume roubado da mãe (que são os melhores), sapatinho charmoso.
Outra noite passada em casa.
Droga... EU QUERO SAIR!
Preciso de turma nova, preciso de amigos novos, preciso de um bom abraço apertado do sexo alheio (sem desesperos, é claro). Preciso aplicar minhas técnicas de (falta de) respiração boca-a-boca.

sexta-feira, 11 de abril de 2008

Amei!

Ontem peguei no sono e não pude ver o primeiro episódio de Pushing Daisies. Maaaas dei sorte (ao acordar na madrugada) e assisti a reprise. Ganhou uma fã, é bem uma mistura de Amelie Poulain e os filmes do Tim Burton.
Logo eu que adoro histórias de amores quase impossíveis. A Warner acertou em cheio em por na programação.

Fotinha meio ótima essa né? Os dois tentando se beijar. É legal as referências que eles fazem. Alem do mais, o cara é TÃO LINDO vestido de confeiteiro. Sexy... soooo sexy. McDelicious.

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Durante o dia

Antes de começar esse post, devo agradecer a grande e querida "Joana", que óbviamente não dever ser o nome dela, mas é SUPER conhecida como Ice Ice Baby ( porque a musica do Ice Vanilla vem junto?? toquinho de Under pression é trilha sonora agora) do No News at All.
Obrigaaaaaada bem grandão.

Vamos para os fatos. Ontem (quarta-feira) estudei feito uma condenada pra prova oral de anatomia. Me empanturrei de café com estomago vazio durante a madrugada e acordei com a gastrite atacada. Danou-se: morta de sono e com o estômago chato.

Antes da prova começar:

_ Professora, pode ir embora depois da prova?
_ Poxa Priscila, é tão importante o que você tem que fazer na rua?
_ Não prô, é que eu to com o dor pela gastrite, sabe daqui a pouco baixa a pressão junto...

Fui interrompida por um "HAHAHAHAHA" bem alto vindo de uma ser Inominável, a quem eu não suporto por ser intrometida e barraquera.

Viro e digo pra os que querem ouvir:
_ Wall Disney ligou pedindo a risada da bruxa malvada de volta.

Analisando a fisionomia, a "pessoa" realmente é parecida com a madrasta da branca de neve. Mais um personagem que vai para a vida real.

Como perder um homem em 7 dias


Semana passada, eu estava escutando meu sonzinho no intervalo da aula. Reparei que minha coleguinha (é inha porque a safada é boazinha, ingenuazinha, bem inha mesmo) estava escrevendo toda feliz seu nome nas apostilas em letras garrafais. Como não quer nada, olhei no sobrenome dela.

_ Poxa, você tem "Cicrano" como sobrenome, que chique, com certeza é partente do "fulano".
_ Ai não sei.
_ Nossa, como não sabe? A cidade não é tão grande e o nome não é comum.
_ É por que não é meu. É do Boyfriend.
_ Nossa, mas você JÁ adotou o sobre nome dele, imaginando o casamento? (Eu dando MUITA risada por dentro) Ihhh fia, conselho de amiga, num mostra isso que ele foge rapidinho.

A menina ficou MEGA sem graça. Fique com dó, porque ela é bem boazinha, novinha, tadinha. Mas vê se pode, coisas que a gente faz quando é BEM nova. Não faz em INICIO de namoro.

A sirene do meu lado "macho de respeito" foi ligada. Por telepatia, enviei sinais de "Foge amigo, foge". Se eu fosse homem, seria UMA DAS PRIMEIRAS COISAS que me faria largar de uma menina. Essa viagem de pensar em casamento, resto da vid, blá blá blá.Alias, coisas que me faz querer fugir de relacionamento, o esquema ficar "sério demais" antes da hora.

Dito e feito, o menino entrou com o pé e ela com a bunda. Creio que ela vai ter que usar MUITO corretivo pra apagar aquelas apostilas. Mas pensando bem, ela pelo menos ela usou papel. E as outras que tatuam o nome do cara. Dor em dose tripla: abandono, laser pra tirar a tatuagem e o bolso.

terça-feira, 8 de abril de 2008

Eu também to "Dando a cara a tapa"


Ta vendo a foto ai de cima? Esta sou eu, no meu niver de 20 anos. O resultado de várias Priscilas. Mesmo com parte do sutiã aparecendo.

A que teve uma infância completa, cheia de altos e baixo, que sabia a programação inteira do SBT e Cultura (bum bum bum, castelo ra tim bum), vídeo game e todas as brincadeiras imagináveis na rua. Fui um tipo diferente de adolescente cada ano: a ingênua de 14, a mimada de 15, a roqueirinha-depressiva de 16, a problemática de 17, a estudiosa de 18, a confusa profissionalmente de 19, que foi ruiva e loira.

Agora é a vez da jovem mulher de 20. A que não sabe o que quer direito, mas tem certeza do que não quer. Sou esta pessoa principalmente pelos pais adoravelmente irritantes que tenho, os amigos de longa data e os novos que vem surgindo.

Pela primeira vez, começo a me amar deste jeito, dando risada dos traumas e deixando pra trás os sofrimentos. Até que enfim. Óbvio que tem muita coisa pra melhor, mas agora chega de querer mudar só pelos outros.

Lembrei do menino que me chamou de monstro na escola e como isso me acompanhou durante a adolescência. De eu nunca ter deixado ninguem gostar de mim. Naquele mesmo ano a minha amiga Thaís foi eleita a menina mais bonita da 8ª série, e eu a mais feia. Nós nem conversávamos e agora somos ótimas amigas. Da até um orgulho quando a Thatá me faz um elogio. Hoje sei que temos apenas belezas diferentes.

Karma. Foi quando eu percebi que precisava mudar. Então eu fiz
uma lista de tudo de mal (e estranho) que eu havia feito, e um por um, eu vou compensar por todos os meus erros.Eu só estou tentando ser uma pessoa melhor.
Meu nome é Priscila
p.s.: Elise, obrigada pela idéia do post. Tome como elogio quando digo que quero chegar aos 30 COMO você, com um gosto pra moda INCRÍVEL, um emprego bacana e com uma filha linda. Se tiver marido na jogada eu também não reclamo não.

p.s²: tô sem câmera, por isso não pus foto mais nova. Na minha fase "cabelos negros que nem da Amy Winehouse".

domingo, 6 de abril de 2008

Orkut


Meu grande amigo Ruy RECRIOU essa comunidade pra mim.

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=49057933

Ta livre pra todo mundo entrar. hehehe.
Podem rir a vontade.
O nosso plano era ir na igreja. Era a minha amiga Thaís, o namo dela e eu. Uma coisa dessas é MEGA DIFICIL acontecer. Mas a gente ia na igreja. Depois era a festa de outro amigo, mas a gente ia na igreja primeiro.

Eu ja cheguei em cima da hora na casa da menina e esperamos o namorado dela. Depois ele ainda foi comer lanche. Iamos chegar atrasados no culto. Passamos na frente e estranhamos que não tinha carro nenhum. Tava tudo fechado. Até pensei "Puxa, a gente chegou atrasado MESMO". Provavelmente a Thaís confundiu o dia do culto.

Todo mundo se entreolhou. Bora comprar cerveja pra festa? Vamos. Os tres pobres rodaram a cidade pelo supermercado mais barato, e ainda comprou kaiser por 0,88 (fardo com 15). A gente não queria beber muito, manerar. Mas era um churralcool, só o odor de bebida atordoa. E olha que eu não sou de beber e abrir barraco nem nada.

A festa era na Vila Piedade, um bairro bem de mano daqui e a casa tinha lage reformando. Mew, parecia que eu tava no morro do Rio olhando pros prédios de Itapetininga. Vista incrível.

Sei que terminei a noite com a dona Xis analizando minha sobrancelha, passando óleo Séve pra hidratar a pele. Chegamos em casa e ainda tinha pizza na geladeira, esquentamos no microondas.

É bem estranho terminar a noite assim por que o nosso plano REALMENTE era ir na Igreja.

sábado, 5 de abril de 2008

Motoboy

Na rua do Cumão tem uma empresa de mototaxi. Aquele bando de homens suados e fedorentos reunidos. Igual a construção, passou qualquer uma de saia e eles ja tão lançando assovios e cantadas. Não perdoam uma. Até a vó Cidão, que ta na casa dos 80 há uns 10 anos, já ganhou uns gracejos.

Sempre que saio pra fazer os serviços externos, encontro um infeliz que insiste em fazer graça. Ele não é feio, acho que depois de um ótimo banho e tirar as perebas do rosto com pedra pomes, o ser ficaria aceitavel para a sociedade.

Nesta semana loca, acordei tarde pra trabalhar e como meus pais foram viajar, fui tomar o desejum no supermercado. Nem deu tempo pra comer meu pedaço de pizza fria e a coca-cola trincando de gelada.

Passei na frente do motoboy toda apressada, pronta pra jogar a lata semi-cheia no lixo quando escuto um:
_ Uiii que delicia. Ei da um golinho ai mocinha.

Eu, muito lesada: _ Pode ficar com ela, campião.Eu ia jogar mesmo.

A cara pasma do motoquero. A minha cara de "acabei de acordar e nao estou raciocinando".

Depois de muito tempo, me liguei que dei trela pro inimigo. Aguenta amiga, aguenta.

sexta-feira, 4 de abril de 2008

I'm fucking Sarah Silverman


Essa figura eu conheço desde um MTV Awards em que ela tirou da cara da Paris Hilton. Achava ela uma figura. Vi algumas vezes o SNL com ela, dava pra rir.

Ai ela lançou um vídeo pra zoar o namorado dela, o apresentador MAIS QUE HILÁRIO Jimmy Kimmel, o "I'm Fucking Matt Damon".


Esse figura, que não é nada bobo, se vingou da Sarah e do Matt, "catando" o que esse ultimo mais ama: Ben Affleck.


Do Jimmy, eu lembro quando aluguei o dvd da 2ª temporada de Grey's Anatomy, e ele foi mordido por uma serpente bem no dia que a Izzie e a Bailey foram entrevistadas. Ele acabou terminando a entrevista no hospital.


Então, quando lançou o seriado dela fiquei feliz pra caramba, poxa a garota é original, não tem medo de pagar mico. Ri pra caramba da chamada, ela tirando onda do cara no carro (bláaaaa blaáaa bláaa bláaa). Achei: "pouts... vai ser hilário".
Odiei o primeiro episódio. Não aguentei, preferi pôr na globo e terminar de ver novela (estudar que é bom, nada né vagaba). Achei ela MEGA sem noção, tipo VERGONHA ALHEIA MESMO. Momentos de "mew simata amiga" e outros de "aiii cala a boca". O pior de tudo que, por o programa levar o nome dela a gente confunde a artista com o personagem. Neste ponto a idéia (meio batida) é boa.

Como controle remoto na minha mão só atrai programa troxa, la vou eu OUTRA semana assistir o programa. Senti falta de Balls of Street, bem agora que a minha amiga Verônica ta em Londres. Assisti de novo o programa da DOIDA, gente... ela é o cumulo da boca suja. Mas conseguiu arrancar alguns sorrisos acompanhados com balanço negativo da cabeça. Ela é má, muito má.
Fico pensando que eu ja agi algumas vezes como ela. Ta... eu AS VEZES falo umas coisas como a Sarah. Mas a gente se controla. Acho que se nesta semana de cão, eu tivesse agido um tiquin como esse ser, acho que me divertiria mais.
Vou ver se dou outra chance ainda pra Sarah, mas... ainda prefiro The Office e o Earl. Samantha Who? também é baum. Mega ansiosa por "Pushing Daisies".

quinta-feira, 3 de abril de 2008

Revista

Hoje eu estava no supermercado com minha amiga comprando cerveja e vi isso aqui.Até achei que tava viajando antes da hora, mas a capa é isso mesmo. Entrando na onda dos comentários de revista, não resisti e tinha que falar dessa.



E precisa estar de cócoras? Ainda não sou enfermeira formada, mas posso dizer que, nesta posição, o bebê ja ta PRONTINHO pra nascer. Da pra ver até a dilatação daqui ó.

Gente, entre Christina, Britney, Nicole Richie e a Daniele WINITS (agora acertei né?) esta ganhou como a PIOR CAPA DE REVISTA COM GRÁVIDA PELADA que ja vi. Definitivamente, todas perdem muito tempo tentando imitar a Demi Moore.

Nota (04/04)- Hoje no curso assisti TRES videos de gravidas parindo. Um deles de cócoras. Muita coincidencia.

quarta-feira, 2 de abril de 2008

Respira, inspira, respira, inspira... ops isso foi um soco? sorry

Quem me conhece sabe que eu não sei brigar. De acordo com as minhas amigas, eu começo a ficar estressada, falo uma ou outra coisa e saio de perto. Fico extremamente nervosa, mas não pra brigar, é pra não desabar no choro mesmo. Eu sou sensível a esses "ataques" verbais. Tenho problemas com ansiedade e fico mega nervosa com certas coisas, principalmente quando são faladas injustamentes pra mim.

Sou daquelas que dá um boi pra não entrar numa briga e uma boiada inteira PRA SAIR dela.
Gente barraquera eu passo longe.

que esse tipo de gente ADOURA me perseguir. Pera ai. Por que querer fazer barraco justo comigo? Será que não tem mais nada pra fazer. Quer resolver uma coisa comigo, que ficou brava com o que eu disse ou fiz é me chamar pra um canto e fala BAIXO. O resto das pessoas não precisa ficar sabendo.

Eu sou que nem a Mari Velho (BNTM), meio sem noção. As vezes faço coisa que não tem nada haver mesmo por perceber. Pareço rispida mas só to viajando na maionese, por puro distraimento. Mas todo mundo sabe que eu peço desculpas depois, as vezes em excesso.

Nessas horas tenho que agradecer a educação que meus pais me deram. Gente que age calmamente vai longe, não perde a pose por pouca coisa. A pessoa do outro lado pode fazer o que quiser, quem perde a pose é ela, não eu.

Eu tinha o truque de ficar olhando pra sobrancelha da outra, deixa qualquer um puto, mas isso ficou infantil demais (embora funcione como uma beleza). De acordo com a Kázinha, é mais fácil imaginar a pessoa sendo massacrada na cabeça e dar um sorrisinho pra ela. Quem está alterado que venha conversar civilizadamente depois.