sexta-feira, 7 de março de 2008

Coelhinho da Páscoa que trazes pra mim...

um ovo, dois ovos (ui) , três ovos (oloco) assim...

Kazinha disse e eu confirmo:Sou a única pessoa que fica em um emprego pra ganhar um ovo de chocolate. Portanto, apoio totalmente a campanha: "De um ovo de chocolate pra Pri". Todo mundo preparando ovos caseiros, com bichinhos de pelucia, outros docinhos de recheio e enviando direto pra minha casa.

A minha historia de chocolate começa assim. No sábado de aleluia de 95, eu tinha meus 7 ou 8 anos e fiquei bem triste pois mamãe avisou que aquele ano não ia ter ovo. Todo mundo sem dinheiro . Fiquei meio triste, mas sou uma pessoa bem compreensiva. Mentira, é que eu não ligava pra doce mesmo, até agora não sou tão chegada como os outros, sou balofinha por causa de pizza.

Acontece que no dia seguinte, todo mundo ganhou chocolate menos eu e o meu irmão. O pior é que criança é um bicho cheio de fazer inveja pra outra "Eu ganhei vocês não". Aquele bla bla bla todo, e não era nem meio-dia.

Eu sei que quando deu a hora do almoço, eu olhava pra aquela lasanha da minha mãe (I love soo much) e nada de fome bater. Acho que foi a única vez na vida que não repeti quatro vezes. Acho que foram só duas.

Mamãe Marga sacou o desanimo dos filhotes, mas ficou na dela. Só que minha mãe é um bicho meio encrenquerinho. Ela viu que minhas vizinhas não paravam de zuar a gente e nem oferecer um pedacinho pra nós. Ela se vingou legal.

O zé e eu estávamos na frente de casa, a vizinhança estava lotada e eis que surge a minha mãe com uma caixa gigante. Tá bom, não era tão grande assim, mas na época eu era pirralha, pro meu tamanho a caixa era enorme. Eis que ela tirou da caixa um ovo de chocolate MUITO grande. Aquilo tinha uns dois quilos de chocolate.

O nosso queixo foi parar no chão. Não lembro se minha mãe ganhou o ovo numa rifa ou se foi da polícia, so sei que ela queria fazer surpresa pra gente e conseguiu. Se parasse por ai até que vai, mas depois chega minha madrinha e da mais ovo, depois a falecida vizinha, depois minha avó.
Sei que a gente ganhou TANTO ovo que teve chocolate até a festa junina. Literalmente cagamos chocolate, que a geladeira até fedia a tal.

O pessoal da rua ficou tão sem graça, mas como não éramos malvados, demos pra galera também. Que época boa.

6 comentários:

KAZINHA LACERDA disse...

sempre ri melhor quem ri por último, né?

eu tb nunca fui muito fã de chocolate, aliás, até hoje troco fácil uma barra de chocolate por outra coisa. Eu sou mais salgados... na páscoa, sempre ganho livros. Ou Melissinhas!

Jackie Götzen disse...

ih....já passei muitos anos sem ovinho, e acho que vou passar outro...posso me juntar a sua campanha?

evaodocaminhao disse...

capaz do ovo da chefa vir envenenado

cuidado

Priscila M.R. disse...

gente nova campanha...
Priscila quer melissas em vez de ovo da páscoa!

Campanha... ovo na cabeça da Jackie!

vem evenenado nada Evão... dizem que ela da um ovo ENORME da nestle TODO ANO!

KAZINHA LACERDA disse...

hauhauhauhauhua
sabe q eu pedi melissinha de páscoa pro meu namorado?
huahuahauh
vc leeeeeeeeeeeeeeeeeeeeu a minha mente!

Felipe Pipoko disse...

hahahaha! quem não se identifica com essa história, né? a não ser esses filhotes de papai que sempre ganharam um coelho de verdade, com um ovo de chocolate encrustado no organismo dele e talz...

sucesso!

ótimo blog!

beijo

p.s.: quando você colocar o link do meu blog, avisa, pq eu coloco um link do seu no meu!